NEM TUDO NÃO É O QUE PARECE (ou como as coisas são realmente, sem agendas ocultas )

Estava vendo televisão quando o Learjet 35 caiu. Ao mesmo tempo, passava em alguns canais o acidente que o ônibus de Zeze de Camargo e Luciano havia sofrido. As enfermeiras do hospital onde os feridos foram atendidos estavam enlouquecidas querendo tirar foto com os ídolos.

Imagino a cena naquela casa atingida pelo avião. Todos sentados na sala, assistindo ao pífio Faustão fazendo piadinhas infames sobre as enfermeiras, Gugu fazendo o tradicional sensacionalismo barato com o fato. De repente, do nada um estrondo, explosão, desabamento. Ninguém naquela casa poderia imaginar q num domingo a tarde o teto fosse cair sobre suas cabeças literalmente.
Um dos vizinhos que chegou logo após o acidente aéreo, disse que viu alguém sentado no sofá queimando e gemendo.

Enquanto esta desgraça toda ocorria, já com os canais sérios de TV ja cobrindo a queda, tanto Faustão quanto Gugu continuavam a brigar pela audiência, mostrando quedas no gelo ou como se guardar alimentos na geladeira.

Quando alguém é comprado pelo sistema, por melhor que seja, ou que suas intenções sejam as melhores, o ideal se corrompe.
Cobertura, salario alto, carro, regalias, poder corrompem. Por mais que se possa dizer que não.
Como no Tropa de Elite, o sargento diz: pra sorrir tem que fazer alguém rir.
Um preço alto a pagar para ter um belo sorriso nos lábios.
Todo mundo tem um preço, por mais integro que alguém possa ser ou parecer.
Acho que mais por teimosia do que outra coisa ainda não me vendi ao sistema.
Tentei ser um colaborador. Bonzinho, etc.
Argh…época horrivel.
Prefiro ficar marginal.
Ouvindo Metallica, Van Halen, The Who, Jeff Beck do que as Lagoinhas, Pantaninhos gospel.
Diogão foi a Corumbá e trouxe uma foto de uma barata local.Do tamanho dos nossos ratos.
Ela não parece, mas é uma barata. E ainda voa.
Tem varios que se venderam, mas não admitem e nem parecem vendidos ao sistema.
E ainda tem aqueles que se locupletam usando a boa fé das pessoas.
São as baratas de Corumbá, em forma de gente.
Andam, falam, enganam e não se parecem com baratas.
Mas saíram do ralo.
Anúncios

Um comentário sobre “NEM TUDO NÃO É O QUE PARECE (ou como as coisas são realmente, sem agendas ocultas )

  1. Anonymous disse:

    100 comentários !!!! ps.: q barata horrível…se visse uma dessas …me mataria antes q ela voasse sobre mim…atiraria em mim com uma 38 q não sei de onde eu tiraria…rs …mais não deixaria se quer ela tocar em mim…odeio baratas…na realidade não odeio..tenho nervoso daquelas perninhas …cheias de espinhos…eca!!!já não tenho tanto medo de rato…q engraçado…coisa de gente louca …rsrsrsrsrsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s