José Mayer, garanhão de sucesso. Ser humano fracassado.

Captura de Tela 2017-04-07 às 08.03.21.pngA imagem de sedutor nas telenovelas globais foi incorporada pelo ator José Mayer na vida real. A narrativa da perseguição sofrida pela figurinista Susllem Meneguzzi Tonani, é mais que um simples assédio. Nos filmes, terminaria num assassinato. Aos 67 anos, Mayer supostamente deve ter feito a brincadeirinha diversas vezes com mulheres diferentes. Fica claro que o poder da fama e do sucesso não andam juntos com respeito pelos colegas de trabalho ou pelo ambiente.

Na carta de desculpas, Mayer escreve frases tentando explicar o imponderável, apenas uma brincadeirinha excessiva.

Tenho amigas, tenho mulher e filha, e asseguro que de forma alguma tenho a intenção de tratar qualquer mulher com desrespeito; não me sinto superior a ninguém, nao sou.

Como explicar para mulher e filha que tocou na genitália de uma colega de trabalho e dizer que era um desejo antigo?

Captura de Tela 2017-04-07 às 08.41.37.png

Aliás atores globais, tem esta arroubo de deuses de estátuas de ouro, mas com pés de barro, só lembrar de José de Abreu que cuspiu numa mulher por discordâncias políticas. Até ele criticou a atitude co ator.

A Rede Globo dá um poder pela fama e sucesso aos seus atores ou apresentadores que vai além da capacidade de muitos deles em lidar com as pessoas normais. Captura de Tela 2017-04-07 às 08.11.34.png

Os discursos machistas, humilhação pública dá audiência.

Falta de conteúdo também.

Narrativa do assédio 

Carta José Mayer

Anjos não Tem Asas

 

jan_steen_-_tobias_en_sarah_bidden_terwijl_rafael_bindt_de_demon

The Wedding Night of Tobias and Sarah, Jan Steen. Museum Bredius collection. Image: Wikimedia Commons

Geralmente os anjos são retratados com asas por causa das descrições simbólicas encontradas na Bíblia.

É correto dizer que criaturas espirituais não têm corpo material com asas literais — nem rosto, mãos, pés, ou outras partes do corpo. Todavia, ocasionalmente, quando anjos apareciam a servos de Deus, eles devem ter tido a aparência de homens comuns, pois eram confundidos com estes. — Gênesis 18:2, 22; 19:1; Juízes 6:11-22.
O profeta Ezequiel viu “quatro criaturas viventes” e, numa visão posterior, identificou-as como querubins. (Ezequiel 1:5; 9:3; 10:3) Cada um desses tinha quatro asas, o que indica sua habilidade de reagir prontamente, em qualquer direção, às ordens de Deus. “Não se viravam ao irem; cada uma ia diretamente para a frente . . . Elas iam aonde quer que o espírito se inclinava a ir. Não se viravam ao irem.” — Ezequiel 1:6, 9, 12.
As criaturas chamadas serafins, que Isaías viu, tinham seis asas. (Isaías 6:1, 2) Havia diferenças mesmo entre uma e outra visão de Ezequiel. Na primeira, tinham pés, mãos debaixo de cada uma das quatro asas e quatro faces (na semelhança da face de homem, de leão, de touro, e de águia). Na visão seguinte, uma das faces era como a de querubim em vez de como a de touro, talvez para indicar o grande poder dos querubins. Ainda numa visão posterior da decoração dum templo simbólico, Ezequiel viu querubins que tinham apenas duas faces, uma de homem e a outra de leão. (Ezequiel 1:5-11; 10:7-17; 41:18, 19) No Santíssimo do tabernáculo, bem como no templo construído por Salomão em Jerusalém, havia querubins que tinham duas asas. Estes ficavam na tampa de ouro da caixa chamada de arca do pacto. Os dois querubins de ouro tinham sua face voltada um para o outro, e ambos tinham duas asas que se estendiam sobre a Arca. (Êxodo 25:10-22; 37:6-9) Por cima da Arca (e sua tampa) no templo de Salomão postavam-se dois querubins maiores recobertos de ouro, cada qual tendo duas asas estendidas. — 1 Reis 8:6-8; 1 Crônicas 28:18; 2 Crônicas 5:7, 8.

Josefo escreveu: “Quanto a [esses] querubins, ninguém pode dizer, ou imaginar, qual era sua aparência.” Assim, alguns peritos e artistas baseiam sua representação de anjos (especialmente de querubins) nos chamados antigos protótipos do Oriente Próximo referentes a deuses na forma de animais alados. Mas um guia mais confiável é o comentário de Ezequiel de que aqueles que ele viu “tinham a semelhança de homem terreno”. (Ezequiel 1:5)

A modinha de ser #hater

O #hater veio para ficar. O papel desenvolvido por este personagem presente na realidade virtual é fundamental. Ele é a voz dos frustrados, dos caçadores de seguidores (antigamente eram 15m de fama), dos monetizadores de views.

captura-de-tela-2017-02-05-as-10-15-36O universo das HQs (comic books), o herói sempre precisou do vilão para existir. Num determinado momento, os heróis se tornaram ambíguos. Nem sempre suas motivações vinham de ajudar a humanidade em perigo ou salvar donzelas. Batman era um justiceiro que buscava sua redenção em vingar a morte dos pais.Homem de Ferro um inescrupuloso comerciante de armas. Muitos #haters começaram mostrando indignação com causas válidas. Hoje, muitos aproveitam a popularidade de um youtuber, destilam suas palavras contrárias para ganhar em cima disso.

captura-de-tela-2017-02-05-as-10-13-43

Vivemos uma nova realidade social virtual. Que muitas vezes as pessoas se conhecem através de fotos e videos e odeiam, nutrem raiva, ofendem, xingam sem nunca terem se conhecido de verdade. É mais fácil ser #hater no Facebook, Twitter, Youtube,etc por que não precisa dizer olho no olho a estupidez gratuita. E hoje em dia, as pessoas podem ser responsabilizadas civilmente pelas palavras irresponsáveis ditas no ambiente virtual.

captura-de-tela-2017-02-05-as-10-15-54

#Hashtags com nomes famosos, sobre mimimis, é um verdadeiro impulso na carreira, nos views. Conversando com um conhecido sobre como ganhar popularidade, ele disse que uma das maneiras de conseguir popularidade, é marcar ou tagear uma celebridade ou alguém com muitos seguidores para começar. O conteúdo também é importante, sendo um #hater ou não.

captura-de-tela-2017-02-05-as-10-56-27

Mas na era da superficialidade, dos factóides, da busca do top trends, de estar sempre em evidência, que conteúdo é relevante?

As fotos foram meramente ilustrativas.

Yes, Sir. No, Sir. Have a nice day.

Captura de tela 2016-02-07 às 18.07.00

Assim o cara me respondeu porque discordei dele. O nível de tolerância é baixo, o nível de concordância tem que ser alto.  Aí você vai bisbilhotar o perfil do cara e percebe que não vale a pena nem mostrar o seu ponto. O sujeito toca bem, mas isto não torna ninguém um expert. Muito menos educado ou sábio.

O pequena discordância apenas começou porque disse que Richie Kotzen quando começou a cantar parecia Bon Jovi.

Aqui um video quando Kotzen começou a cantar. Alguns vão dizer que parece, outros não. Vou dizer para quem discordar “pare de falar bosta?”

Até o visual reflete a música.

O Facebook é feito apenas para dizer “Yes, Sir. No, Sir. Have a nice day”.

Umbicalismo caótico

Captura de tela 2016-01-17 às 08.48.29

Vivemos na sociedade um reflexo da ditadura camuflada, nos níveis sociais, políticos, religiosos, etc onde podemos ter a opinião que quisermos, desde que seja de concordância. Os patrulhadores ideológicos voltaram, um sinal que a sociedade não é mais democrática.

Os dedos-duro começam a apontar os discordantes. Qualquer fato, velado ou público alija qualquer um do cotidiano. Os pequenos ditadores feudais exercem seu direito a propriedade das idéias, dos meios para exaltar seus asseclas e expurgar os discordantes. A ditadura camuflada do PT, é seguida por opositores ou seguidores, não importa a horda, mas o EU.

Quebra-se tudo por míseros 40 centavos, mas continua-se aceitando 70% de aumento de energia, gasolina a 4 reais, etc ou o religioso que entra na igreja com carro para incitar os religiosos a darem mais dinheiro.Saímos do capitalismo selvagem para Umbicalismo caótico.

Desisti de andar de bicicleta. 

AdobePhotoshopExpress_aed3007030a84874b41b72797c3c5096Nove e meia da manhã de uma terça, 01-09-2015, um dia normal, ruas cheias, comércio abrindo. Pessoas indo ao mercado ou horti-fruti, outras saindo para trabalhar. Rua calma, transversal a rua Dias da Cruz, principal do Méier, pessoas na rua, carros passando e estacionando. Passa um garoto em uma bicicleta completa, com suspensão, branca e novinha. O sossego é interrompido por um outro garoto gritando. O ciclista muda em 180 graus a rota e acelera. 

-Pega ladrão!!!! Pega!!!!
Um garoto de uns 16 anos persegue outro provavelmente da mesma idade. Descem os dois correndo a rua, um a pé outro de bicicleta. A vítima gritava vou te matar!!!! vou te matar!!!!

A mãe do adolescente tentava acompanhar, gritava também para o filho parar de perseguir.

Passou um carro da policia que pegou descrição do garoto, da bicicleta e seguiu em direção ao complexo do Lins para tentar algo.
Um fato comum, roubo e fuga com celular, bicicleta ou ainda bolsas. Em qualquer ponto ou horário. Não existe mais medo. A impunidade é uma aliada dos bandidos.

E nós cidadãos normais, contribuintes não temos aliados.
Fiquei pensando no caos e prisão que estamos condenados.
Se não pago a conta de Light, cortam a minha energia. Se não pago a conta da GVT, cortam meus serviços. Se não pago o Plano de Saúde, não sou atendido.
No entanto, todos nós pagamos impostos direta ou indiretamente e tivemos todos os nossos serviços cortados com o pagamento em dia. Não temos segurança, educação ou saúde.
Eu não quero um impeachment da Dilma. Quero de todos. Paes, Pezão e todos os outros que não andam pelas ruas, não pegam ônibus, BRT, metrô ou barca, não tem sua bicicleta roubada ou e não vivem no mundo real.
Infelizmente, esta situação só se resolve quando todos nós pararmos de pagar a conta. Não é votando, não é escolhendo governantes corretos. É cortando o dinheiro, não pagando os impostos. Acho que assim vão começar a atender as reivindicações e necessidades da população.

A insegurança social é sem precedentes, esfaquear alguém por causa de uma bicicleta, em um ponto turístico do Rio de Janeiro, é um legado que estamos recebendo dos governantes nos últimos anos. O legado deixado pelo Panamericano, Copa do Mundo e pelas Olimpíadas será de uma cidade com estádios novos, sem utilidade, um transporte publico caótico e mal projetado.

O que adiantará este legado sem educação ou economia para termos atletas esportivos?

Os únicos atletas que vejo são os ciclistas com a bicicleta dos outros ou o corredor de 100m rasos com a bolsa ou celular de alguém.

NOSSO TERRORISMO RECENTE

rioO terror esta se espalhando e os alvos agora, diversos.

Nós já vivemos isto no Brasil, história muito recente que muitas vezes a grande maioria se esquece.

Na década de 70 os jornalistas eram presos pelo regime militar.

Na década de 80, bancas que vendiam jornais alternativos, como O Pasquim, passaram a ser alvo de atentados a bomba. Aproximadamente metade dos pontos de venda decidiu não mais repassar a publicação, temendo ameaças.

O primeiro alvo para calar a sociedade é impor auto-censura a imprensa livre. Impor auto-censura através do terror. Através do medo.

Podemos não concordar com uma linha editorial, mas ideias não deviam matar.

Nem religiões.